sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Feliz Olhar Novo de Cristina Coeli Drumond de Vasconcelos

FELIZ OLHAR NOVO

"O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.
O grande lance é viver cada momento como se a receita de felicidade fosse o AQUI e o AGORA.

Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais..., mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia? Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho?

Quero viver bem! Este ano que passou foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões. Normal. As vezes a gente espera demais das pessoas. Normal. A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou. Normal.
O ano que vai entrar vai ser diferente. Muda o ano, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí? Fazer o quê? Acabar com o seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?

O que desejo para todos é sabedoria! E que todos saibamos transformar tudo em boa experiência! Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado. Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim... Entender o amigo que não merece nossa melhor parte. Se ele decepcionou, passe-o para a categoria 3. Ou mude-o de classe, transforme-o em colega. Além do mais, a gente, provavelmente, também já decepcionou alguém.

O nosso desejo não se realizou? Beleza, não estava na hora, não deveria ser a melhor coisa pra esse momento (me lembro sempre de um lance que eu adoro): CUIDADO COM SEUS DESEJOS, ELES PODEM SE TORNAR REALIDADE.

Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano. Não adianta lutar contra isso. Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam bem diferentes.

Desejo para todo mundo esse olhar especial.

O ano que vai entrar pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro. O ano que vai entrar pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular... ou... Pode ser puro orgulho! Depende de mim, de você! Pode ser. E que seja!!!

Feliz olhar novo!!! Que o ano que se inicia seja do tamanho que você fizer.

Cristina Coeli Drumond de Vasconcelos

Como fazer o 5S na sua empresa, casa e sua cidade


O programa 5S foi desenvolvido com o objetivo de transformar ambientes das organizações e atitudes das pessoas melhorando a qualidade de vida nas organizações, diminuindo os desperdícios.
Reduzindo custos e aumentando a produtividade das instituições.


Seus objetivos principais são:
- Bem estar do homem
- Melhoria da qualidade
- Aumento da produtividade
- Redução de custos
- Incentivo a criatividade
- melhoria da moral das pessoas nas organizações
- higienização mental da organização

Seiri - descarte
Seiton - Arrumação
Seisso - Limpeza
Seiketsu – Saúde
Shitsure – Disciplina

Senso de utilização:
Identificar os itens e materiais necessários e desnecessários de cada posto de trabalho, isto é, manter o local de trabalho apenas o que o empregado realmente precisa e usa.
Separando o que é útil e o que não é.
Este é o ponto inicial do 5S, ter senso de percepção e saber o que é essencial.

Senso de Ordenação:
Determinar o local para se achar com facilidade algum documento, material, etc.
Ordenar é a conseqüência natural de arrumar aquilo que se utiliza.
É preciso organizar, ordenar o que ficou.

Senso de limpeza:
Deixar tudo limpo.
Não basta varrer tirando poeira, sujeira, é importante que cada um após usar determinado instrumento, deixá-lo em condições de uso.
O sentido é tirar sujeiras, e deixar limpo após usar.

Senso de Asseio:
Verificar se o pensamento, se o espírito do programa está sendo implantado.
Verificar o estado dos banheiros, refeitórios, áreas operacionais, etc.
Este é o senso que busca a questão da higiene mental, a existência de um bom clima do ambiente de trabalho, entre todos os setores da organização.
Relações saudáveis.

Senso de Autodisciplina:
È a força de vontade na busca pela melhoria.
Este é o ultimo S e o mais complexo, porque é o momento em que as pessoas na organização já devem executar tarefas como hábitos.
Sem achar que tudo esta funcionando perfeitamente ou que não há mais que evoluir.
A autodisciplina requer aperfeiçoamento se está tudo bom e pode ficar ainda melhor.

A encantadora Torre Eiffel

 A Torre Eiffel é o monumento pago mais visitado do mundo, com 324 metros de altura e 10.000 toneladas de estruturas de aço.
Foi projetada pelo engenheiro francês Gustave Eiffel.
Foi construida para comemorar os cem anos da Revolução Francesa, onde foi inaugurada em 31 de março de 1889.
Abaixo algumas fotos deste Blogueiro em sua visita ao famoso monumento.

 Na foto acima, o Blogueiro com a Torre Eiffel ao fundo

 Vista panorâmica de Paris, a partir do último nível da Torre (Rio Sena, que corta Paris, ao fundo, à direita)

Nos restaurantes as reservas tem que ser feita com antecedência.A reserva é feita por toda a noite, para que as pessoas possam desfrutar de seu jantar e saborear um bom vinho com tranquilidade, deixando os seus sentidos serem absorvidos pela romântica e inspiradora atmosfera parisiense.De címa da torre durante a noite, devido a iluminação da cidade de París, o cenário é deslumbrante, indescritível, chega ser muito emocionante.

Em um Café em Paris

"Em um café em Paris, pode-se tomar um bom vinho, ouvindo uma boa música tocada em um piano".

Instalado no Palácio do Louvre, em Paris, é um dos maiores e mais famosos museus do mundo.

"Museu do Louvre"


"Catedral de Notre-Dame"

Nessa catedral pude assistir parte de uma missa em Latim (língua morta).
Nenhum país utiliza o latim, por isso é considerada língua morta.
O latim deu origem a várias línguas, dentre elas; Francês, Espanhol, Italiano e Português.

A Catedral de Notre Dame testemunhou alguns dos grandes eventos da história francesa, tais como a coroação de Napoleão como imperador em 1804 e a beatificação de Joana D’Arc em 1909 (representada em uma estátua no interior da igreja). Também está guardado em seu relicário nada menos que a suposta coroa de espinhos de Jesus Cristo, exibida aos visitantes na primeira sexta-feira de cada mês.

"Arco do Triunfo"

quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Alemanha o paraíso das cervejas

A Alemanha tem o título do país das cervejas.
Na Alemanha tem mais de cinco mil marcas de cervejas, contando as bebidas não-alcoólicas.
A cerveja é a terceira mais consumida depois da água e café.
As cervejas se classificam não só pelas cores sabores, aromas, mas também pelo teor alcoólicos.
Na hora do brinde, os alemães costumam se olhar no fundo dos olhos e chamar ”Prost”, a saúde ou tim - tim no Brasil.
Das cervejas que tomei gostei do sabor de três, sendo que a paulaner produzida em Munique, a melhor.




Novos Tempos

O ser humano já não é o mesmo, mudanças em todos os sentidos.
Procura ideais que representam sua realização e felicidade.
Há poucos anos atrás as pessoas sofriam imposições.
Herança da revolução industrial, aprenderam a trabalhar até aposentar.
O que contava era trabalhar muito até ao final da vida.
Quem fosse adepto da poesia, teatro, e música era considerado improdutivo.
Como diz o refrão de uma música da época; nem sempre se vê mágica no absurdo.
Hoje isso não acontece mais.
Descobrindo que é o principal elemento da vida, o homem mudou o jogo, e para melhor.
É importante dizer como as mudanças estão impactando a vida das pessoas, e tirar proveito delas.
Hoje as pessoas estão se perguntando: para que trabalhar tanto?
Estão descobrindo que sexo e droga foi uma combinação que não deu certo, visão dos que nasceram nos anos sessenta.
As mulheres não valem apenas pela virgindade.
Estão, cada vez mais, ganhando espaço na sociedade; já não se conformam em ficar em casa, cuidando dos afazeres domésticos.
Disputam palmo a palmo com os homens no mercado de trabalho; querem seu espaço.
Foi-se o tempo que casamento era para a vida toda, hoje, se não deu certo, separa.
A mulher submissa não existe mais.
Com isso os relacionamentos estão se tornando mais verdadeiros.
As pessoas sabem que não devem dirigir bêbadas, menos pela multa e o processo, mas pelo respeito a vida, e a vida do outro.
Podem até fazer um curso por imposição familiar, mas são capazes de desistir no meio do curso.
Enfrentam os pais na escolha da profissão.
Sabem que terão um mundo computadorizado, com informações rápidas e confiáveis, mas que não irão ensinar como lidar com pessoas e liderar equipes.
Vão enfrentar um mundo sem emprego, em que o sucesso ganho com trabalho mudou de lugar.
Pessoa bem sucedida não resultará emprego fácil, tem que apresentar resultados, ser competente, e ter muito comprometimento no que faz.

Cristóvão Martins Torres

Culinária Alemã

 A culinária da Alemanha possui uma grande variedade de pratos. Apesar do ser um país relativamente pequeno (especialmente se compararmos ao Brasil), cada região possui suas próprias receitas e tradições.


Joelho de Porco com Chucrute, receita típica da culinária alemã.

Chucrute - repolho fermentado com condimentos:
Corte o repolho em tiras pequenas
Em uma panela, coloque a água e o sal e deixe o repolho fervendo
À parte, faça o refogado com o óleo, o alho esmagado e as cebolas picadas
Quando as cebolas começarem a dourar, acrescente a pimenta-do-reino, o louro, os cravos, o açúcar e o gengibre
Junte o vinho (ou vinagre), a farinha de trigo e o creme ácido e misture com o repolho fervido e escorrido



No início dos anos 60, donas de casa faziam o almoço ao meio dia para esperar seus filhos. Isso reflete até hoje, faz parte da cultura alemã almoçar nesse horário. O almoço consiste em uma sopa leve, batatas, arroz, legumes e uma sobremesa. Contudo, nos fins de semana a família almoça por volta das 3 horas da tarde.

Na Alemanha cada Monumento Lembra um Aspecto da História


Cidade de Kiel

Quando caminhamos pelas ruas das cidades da Alemanha percebemos a presença de inúmeros monumentos, que foram construídos como forma de preservar a memória e a rica história alemãs.
Cada monumento lembra um aspecto dessa história.
São homenagens a personagens que contribuíram para a criação e o desenvolvimento do país, ou lembranças a episódios trágicos protagonizados pelos alemães, como, por exemplo, os memoriais sobre o holocausto.

Líderes tem que ter a consciência de desenvolver pessoas

O mundo corporativo está em processo de mudanças constantes.
Cada um de nós está tendo que aprender a conviver com este novo mundo que está aí..
As exigências insere o indivíduo em um contexto cada vez mais competitivo e imediatista, causando a sensação de estar ficando sempre para trás, e está perdendo algo que não se sabe o que é.
Nada pode ser pior para um colaborador de ficar privado de fazer o que mais gosta, por ter perdido o espaço.
Eles querem acreditar que o que estão fazendo é importante e que agrega valor.
As mudanças são cada vez mais constantes e numa velocidade impressionante.
O profissional que não tem o foco na aprendizagem, provavelmente ficará a margem da sociedade, a procura do seu espaço perdido.
Hoje as organizações estão buscando profissionais que tenham habilidade genéricas, que estejam aptos a mudanças.
Os líderes tem que ter a consciência de desenvolver pessoas, que é a grande tacada de mestre.
Sendo assim, a capacidade de liderar não depende apenas de conhecimentos e habilidades, depende de uma preparação psicológica que, muitas vezes, deriva diretamente do caráter e da personalidade da pessoa.
Existem várias características psicológicas que proporciona as pessoas a terem vontade para fazer sempre o melhor.
Bons líderes são naturalmente mais extrovertidos, com um maior senso de responsabilidade, organização e, acima de tudo, capacidade de lidar com estresse.
As empresas estão acordando e enxergando isso, por isso muitas delas estão criando o programa de treinamentos internos, para qualificar melhor seus colaboradores.
Estão chegando a conclusão que treinamentos tem um custo, mas não é custo, é um investimento.
Ele trás resultados para a empresa, com o crescimento do seu colaborador, num curto espaço de tempo.
É necessário treinar o colaborador para o tempo livre, para melhor desenvolver e dar resultados.
Acho que o grande desafio das empresas é quebrar esses paradigmas que às trouxeram até os dias de hoje e proporcionar treinamentos para seus colaboradores.
Só assim o colaborador de uma empresa pode lidar com essas variáveis de constantes mudanças no trabalho e no mundo.
Esse é o perfil hoje, do cidadão que agrega valor à sociedade e a ele mesmo no trabalho, nos seus  relacionamentos e na família.
Todos deixam sua marca, a questão é saber o tipo de marca que cada um quer deixar.
Roosevelt expressou de maneira admirável essa questão, disse; "educar uma pessoa apenas no intelecto, mas não na moral é criar uma ameaça à sociedade".
Temos que ter sempre em mente que à aprendizagem é contínua e começa na família em casa.
P.S: Não fabrico carapuças, ela sempre serve a pessoa que necessita!

Cristóvão Martins Torres

Visita do Blogueiro a Londres


 Na capital do Reino Unido, Londres, uma das cidades mais vibrantes do planeta, muitas são as atrações a serem visitadas, mas nada me impressionou mais que a Tower Bridge, em português a Ponte da Torre. O seu aspecto medieval a faz parecer muito mais antiga do que os cento e poucos anos que realmente tem. Parece também ser atualmente uma mera atração turística, mas de fato é um componente prático muito importante no complexo e caótico trânsito londrino.
Importante monumento histórico da capital inglesa, a Ponte da Torre, localizada `as margens do Rio Tâmisa, ao lado da Torre de Londres, foi inaugurada em 1894.   

quarta-feira, 25 de dezembro de 2019

Visita ao Palácio de Versailles


" Em frente ao Palácio de Versailles"


"A entrada do Palácio de Versailles"


"Dentro do Palácio, no Salão dos Espelhos, onde eram realizadas as festas reais"

A Galeria dos Espelhos é um salão de baile, com 72 m de comprimento e 17 espelhos enormes em um de seus lados. As pessoas podiam se admirar nos espelhos enquanto dançavam.   
Os espelhos também eram projetados para refletir a pintura do teto, que ilustrava e homenageava os primeiros anos do reinado de Luís 14. Do outro lado da sala, uma fileira de janelas se abria para os enormes jardins e o pôr do sol.
O Palácio de Versalhes é um castelo real localizado na cidade de Versalhes, atualmente um subúrbio de Paris. Desde 1682, quando Luís XIV se mudou de Paris, até a família Real ser forçada a voltar à capital em 1789, a Corte de Versalhes foi o centro do poder do Antigo Regime na França.


"No jardim do Palácio"

Inesquecíveis tardes de Domingo

Ao ser questionado por admiradores sobre como conseguia tirar formas tão perfeitas de uma simples pedra, o grande artista Michelangelo, sabiamente respondeu  que ele não esculpia contornos belíssimos na pedra fria, simplesmente os retirava de dentro delas.
Da mesma forma, no decorrer da historia, alguns seres humanos conquistaram esta postura maravilhosa de escultura interior, levando todos ao seu redor a fazer o mesmo, bastando apenas permitir que ele se manifeste.
Esses grandes homens foram chamados de líderes.
O grande líder é reconhecido pelo seu poder de motivar e desenvolver pessoas, equipes,etc.
Através do modelo esportivo tiramos inúmeras lições para a vida de qualquer pessoa.
E não é preciso nos lembrarmos somente dos nomes consagrados do esporte do nosso país, vamos lembrar daquele que fez as tardes de domingo em nossa cidade serem mais alegres.
Quem não se lembra do ícone do esporte pratiano Evandro Rolla Braga, que com seu entusiasmo e paixão nos fazia aprender com a atividade esportiva.
Faço parte com muito orgulho de uma geração de atletas do Clube Atlético Pratiano, que era influenciada pelo Evandro, não superávamos apenas os limites físicos, mas também sociais, psicológicos e culturais.
Certa vez ouvi dele que, ninguém escolhe praticar um esporte com o qual não se identifica, e que não gosta.
Como líder era lúcido e inovador, via o que todas as pessoas não viam e observava o que ninguém observou.
Assim como Michelangelo, o líder, acima de tudo é um escultor capaz de esculpir comportamentos maravilhosos em seus subordinados.
Evandro construiu ao seu redor a sua maior obra, a família do Clube Atlético Pratiano.
Assim foi o mestre Evandro Rolla Braga para o engrandecimento do esporte pratiano em nossa cidade..
Confiava sempre na vitória de sua equipe por ser um otimista em potencial, por conseguinte, passava este estado de espírito aos seus comandados.
Seu envelhecimento, tristemente, coincidiu com a queda do esporte em nossa cidade, mas deixou um legado aos pratianos: que o segredo de tudo está na capacidade das pessoas de fazer a grande diferença.
À frente do Clube Atletico Pratiano, foi por vários anos, multifuncional; exercendo com muito brilhantismo as funções de jogador, técnico, diretor, presidente, e tesoureiro, inclusive assumindo todas as despesas do nosso clube.
Airton Sena fez as manhãs de domingo serem mais alegres para o povo brasileiro, e Evandro fez as tardes de domingo serem mais alegres para os desportistas pratianos.
Obrigado mestre Evandro pelo legado que nos deixou !

Cristóvão Martins Torres

Inesquecíveis tardes de Domingo

Ao ser questionado por admiradores sobre como conseguia tirar formas tão perfeitas de uma simples pedra, o grande artista Michelangelo, sabiamente respondeu  que ele não esculpia contornos belíssimos na pedra fria, simplesmente os retirava de dentro delas.
Da mesma forma, no decorrer da historia, alguns seres humanos conquistaram esta postura maravilhosa de escultura interior, levando todos ao seu redor a fazer o mesmo, bastando apenas permitir que ele se manifeste.
Esses grandes homens foram chamados de líderes.
O grande líder é reconhecido pelo seu poder de motivar e desenvolver pessoas, equipes,etc.
Através do modelo esportivo tiramos inúmeras lições para a vida de qualquer pessoa.
E não é preciso nos lembrarmos somente dos nomes consagrados do esporte do nosso país, vamos lembrar daquele que fez as tardes de domingo em nossa cidade serem mais alegres.
Quem não se lembra do ícone do esporte pratiano Evandro Rolla Braga, que com seu entusiasmo e paixão nos fazia aprender com a atividade esportiva.
Faço parte com muito orgulho de uma geração de atletas do Clube Atlético Pratiano, que era influenciada pelo Evandro, não superávamos apenas os limites físicos, mas também sociais, psicológicos e culturais.
Certa vez ouvi dele que, ninguém escolhe praticar um esporte com o qual não se identifica, e que não gosta.
Como líder era lúcido e inovador, via o que todas as pessoas não viam e observava o que ninguém observou.
Assim como Michelangelo, o líder, acima de tudo é um escultor capaz de esculpir comportamentos maravilhosos em seus subordinados.
Evandro construiu ao seu redor a sua maior obra, a família do Clube Atlético Pratiano.
Assim foi o mestre Evandro Rolla Braga para o engrandecimento do esporte pratiano em nossa cidade..
Confiava sempre na vitória de sua equipe por ser um otimista em potencial, por conseguinte, passava este estado de espírito aos seus comandados.
Seu envelhecimento, tristemente, coincidiu com a queda do esporte em nossa cidade, mas deixou um legado aos pratianos: que o segredo de tudo está na capacidade das pessoas de fazer a grande diferença.
À frente do Clube Atletico Pratiano, foi por vários anos, multifuncional; exercendo com muito brilhantismo as funções de jogador, técnico, diretor, presidente, e tesoureiro, inclusive assumindo todas as despesas do nosso clube.
Airton Sena fez as manhãs de domingo serem mais alegres para o povo brasileiro, e Evandro fez as tardes de domingo serem mais alegres para os desportistas pratianos.
Obrigado mestre Evandro pelo legado que nos deixou !

Cristóvão Martins Torres

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

É preciso refazer os caminhos, começar a sermos menos intolerantes

Não há nada de novo no que escrevo, nem tenho a pretensão de mudar ninguém.
Quero apenas falar sobre uma prática que vem acontecendo frequentemente em nossa sociedade, e que, a meu ver, merece uma reflexão crítica: a intolerância.
Intolerância religiosa, de cor ou raça, politica, no futebol, no trabalho, no trânsito, no casamento ou em relação à opção sexual não nos leva a nada.
A intolerância dos "línguas soltas", que diz o que querem, quando lhe convém, num rosário de mentiras,
Que com sua pobreza de espirito, vão criando factoides, de coisas falsas contra suas vítimas, também, não acrescenta nada, não leva a lugar algum.
Não é segredo para ninguém que a nossa cidade tem muitos desses.
A falta de tolerância com a diversidade de posições e opiniões está tornando o dialogo impossível entre as pessoas.
As vezes chega-se à agressão física, sobretudo no trânsito, nos estádios e na politica.
Quem torce por um clube diferente do meu ou tem preferencia por um partido politico diferente do meu não é meu inimigo: ele só tem uma preferência diferente da minha.
Precisamos eliminar a intolerância de nossas vidas.
Temos que aprender a respeitar quem pensa diferente.
Todo esforço para mudar isso é muito válido.
A intolerância nos enfraquece, porque conviver com pessoas diferentes nos faz crescer.
O respeito às liberdades individuais e coletivas faz parte da vida humana, mas, infelizmente, a intolerância tem se tornado prática comum entre as pessoas.
Presenciei esse comportamento por três décadas na mineração, quando trabalhava.
No quotidiano do trabalho aprendi muito, presenciei fatos de diversos tipos e, infelizmente, algumas vezes percebi intolerância entre as pessoas.
A intolerância é muito preocupante, porque influencia profundamente a forma como nos relacionamos com os outros.
Uma sociedade amadurecida tem que estar sempre comprometida com o respeito entre as pessoas.

Cristóvão Martins Torres

Como viajar te transforma numa pessoa melhor


Guilherme Carvalho, 5 jun 2014

O americano Matthew Kepnes, que está na estrada há 8 anos, fez uma lista apontando como essa experiência faz de nós alguém melhor.


Acredito que ninguém discorde de que viajar nos faz bem, certo? Seja um simples bate-volta para a praia durante o final de semana, uma viagem de férias ou um mochilão ao redor do mundo, colocar o pé na estrada – mesmo que nos deixe mais cansados do que antes de partir – sempre nos traz algo de positivo.
Mas, por acaso, você já parou para pensar em como, exatamente, viajar te torna uma pessoa melhor? Bom Matthew Kepnes parou.
Ele está viajando desde 2006 mesmo não gostando de avião. Este americano, até então, trabalhava num cubículo e tinha duas semanas de férias por ano, “como a maioria dos americanos”. Então depois de fazer uma viagem para a Tailândia em 2005 ele resolveu terminar o MBA que estava fazendo, largar o trabalho e viver eternamente na estrada. O projeto está dando certo. Até agora pelo menos.

Por ser muito questionado sobre como a viagem o mudou, Matt resolveu se aprofundar nessa questão e chegou a uma conclusão com dez razões pelas quais viajar nos faz uma pessoa melhor.
Como não poderíamos estar mais de acordo com os pontos mencionados pelo viajante, resolvemos expô-los por aqui. Quem sabe você se convença de que se lançar no mundo realmente é uma boa ideia.

A viagem te torna:

1- … mais sociável
“Na estrada, é pegar ou largar. Você  pode se tornar mais sociável ou acaba sozinho, chorando a noite no travesseiro . Você aprende a fazer amigos – antes estranhos – e se desenvolve na arte de conversar com novas pessoas. Quando eu comecei a viajar, era um pouco introvertido e me sentia desconfortável ao falar com aqueles que não conhecia. Agora converso alegremente com estranhos como se fossemos melhores amigos há anos.”

2- … melhor na arte de conversar
“Viajar não apenas te deixa mais confortável ao falar com estranhos, mas o torna melhor na conversa também. Depois de conversar com pessoas o tempo todo, as mesmas perguntas vão ficando chatas. Você começa a ficar entediado. Depois de um tempo, não te importa de onde as pessoas vieram, para onde eles estão indo, há quanto tempo eles estão viajando, nem nada do tipo. Esses tipos de perguntas realmente não dizem nada sobre a pessoa. Você melhora na arte da conversa fiada e aprende a fazer perguntas realmente interessantes – aquelas que importam e dizem algo sobre a pessoa.”

3- … mais confiante
“Você viajou o mundo. Escalou o Monte Everest; mergulhou na Grande Barreira de Corais; jantou com aquela bela garota em Paris; rumou por cidades desconhecidas; e superou o seu medo de altura. Em suma, você fez coisas impressionantes. Como você pode não ter se tornado mais confiante? Como pode não ter certeza sobre as suas habilidades? Depois de realizar muito, você vai se sentir muito mais confiante em sua capacidade de alcançar qualquer coisa que aparece em sua mente.”

4-… mais adaptável
“Você lidou com voos perdidos, ônibus lentos, curvas erradas, atrasos, comida de rua ruim e muito, muito mais. Depois de um tempo, você aprende a adaptar os seus planos em situações inesperadas. Você não fica louco, você não fica com raiva, você apenas altera o planejamento e segue em frente. A vida te arremessa bolas e você manda para as redes. Por quê? Porque você é incrível.”

5-… mais aventureiro
“Quando você se torna confiante em sua capacidade de fazer qualquer coisa, você realmente pode fazer qualquer coisa. Na semana passada, em Austin, no Texas, apesar de não gostar de comida picante, eu experimentei a pimenta mais picante do mundo. Por quê? Porque eu queria. Qual é a finalidade da vida, se não sair da sua zona de conforto? Minha boca ficou pegando fogo por muito tempo. Mas eu faria tudo de novo.”

6-… mais descontraído
“Todos esses erros fizeram algo por você também. Eles o tornaram mais descontraído e relaxado. Por quê? Porque você lidou com eles e não se importa. Você vai com o fluxo agora, porque se a viagem lhe ensinou alguma coisa é que tudo funciona no final e que não há necessidade de stress.”

7- … mais sexy
“Estresse provoca envelhecimento. Estes dias de descanso e livre de preocupações na estrada irão torná-lo mais confiante e radiante, além de envelhecer mais devagar. Você vai parecer jovem e sexy. A menos que você seja o George Clooney, que definitivamente ficou melhor com a idade.”

8- …mais esperto
“A menos que você se hospede em um resort e afogue seu cérebro em drinks, viajar vai te ensinar sobre o mundo. Você vai aprender sobre pessoas, história, cultura e fatos misteriosos sobre lugares que muitos apenas sonham. Em suma, você vai ter um melhor entendimento sobre como o mundo gira e como as pessoas se comportam. Isso é algo que não pode ser aprendido a partir de livros – você só pode aprender com a experiência de estrada.”

9- …menos materialista
“Na estrada você aprende que necessitamos pouquíssimo dos recursos materiais. Você vai perceber que toda essa baboseira que eles vendem no shopping é bastante inútil numa vida verdadeiramente feliz. Quando voltar, você vai encontrar-se um minimalista, simplesmente porque percebeu o que precisa para viver e o que não precisa. Como se costuma dizer: quanto mais você possui, mais essas coisas possuem você.”

10- …mais feliz
“Viajar te ensina, simplesmente, como ser feliz. Você vai se tornar mais relaxado, mais confiante e verá o mundo como um lugar mais brilhante. Como você pode não estar feliz com a vida depois de tudo isso?
Viajar nos torna melhor. Quando você aprende mais sobre o mundo e as pessoas, testa seus limites e experimenta coisas novas, você se torna mais aberto, extrovertido e incrível.
Por tudo isso, não há nenhuma razão para que você não esteja planejando a sua próxima aventura agora – seja uma viagem ao redor do mundo ou apena algo curto, de férias”

Visita à cidade de Tours, no vale do Loire



"Fachada de casas medievais no centro de Tours"


"O Rio Loire"


"No centro histórico de Tours"

Humanismo na Medicina

Conheci o Dr. Flavio Moretzsohn, já formado e exercendo a profissão de médico.
Filho de advogado, não seguiu a carreira do pai, mas assimilou bem seus ensinamentos: o que é ser dedicado e competente na profissão que escolheu.
Saindo cedo de sua terra natal , Piranga, para concluir seus estudos em Medicina. Depois de formado, exerceu a profissão de médico por muitos anos em Belo Horizonte.
Por gostar muito da profissão que escolheu e por ser muito competente, tinha muito prestígio junto aos pacientes e aos colegas.
Fez da Medicina um sacerdócio, tal a dedicação com que tratava seus pacientes, tanto da capital quanto do interior.
Durante sua carreira, tratou, curou e melhorou a vida de muitas pessoas, famosas e anônimas.
Por gostar muito da profissão que escolhera, resgatou o humanismo na Medicina.
Pessoa de muita sensibilidade, valorizava muito suas raízes. Embora morando muitos anos na capital, não perdeu aquele jeito mineiro do interior; sempre que tinha tempo, ia para sua terra natal, Piranga.
Só uma educação pautada em valores sólidos faz um profissional com tanta dedicação e ética.
Deixou um legado a ser seguido por todos aqueles que estão iniciando o exercício da profissão de médico.

Cristóvão Martins Tôrres

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

A Mula Palmeira volta para casa

Na década de 50, meu avô Tineco tinha uma mula pêga, animal resistente, adequado para longas viagens. Nela viajou por toda a região do Prata, Nova Era e de Itabira.
Após a morte de meu avô, o animal, que o serviu por longo tempo, teve tratamento especial por parte da família: tio Feliciano, que morava na Fazenda da Vargem, reconhecendo os serviços que Palmeira tinha prestado a meu avô, deu a ela tratamento especial, concedendo-lhe um dos melhores pastos da fazenda. Palmeira havia se tornado um animal de estimação da família.
A atividade leiteira era uma tradição na Fazenda da Vargem, passando de geração para geração. Na década de 50 a fazenda se tornou uma referência na produção de leite e, além disso, produzia arroz, feijão, café, milho e gado de corte de boa raça.
Desde a sua inauguração, a Fazenda da Vargem passou por três gerações da família, tendo sido meu avô Tineco seu último dono. Após seu falecimento, a fazenda encerrou suas atividades produtivas.
Na década de 60, em uma de minhas idas à Fazenda da Vargem, meu tio Feliciano me ofereceu a Mula Palmeira. Por ter sido ela um animal de estimação de meu avô, aceitei, com muito gosto, aquele presente do tio Feliciano. Acompanhado do amigo José Helvécio, segui para o Prata no lombo da mula, que, por já estar muito velha e ter uma deficiência no casco da pata esquerda, mancava muito. Além disso, Palmeira parava a todo instante, olhava para trás, em direção à fazenda, demonstrando querer ficar na casa onde tanto tempo tinha vivido. Por isso demoramos muito para chegar ao Prata.
A viagem foi longa e divertida. Saímos da fazenda após o almoço e chegamos ao Prata quando já estava escurecendo.
Quando chegamos ao Prata, meu pai ficou emocionado ao ver Palmeira, pois sabia que ela era o animal de estimação de Tineco. Em tom de espanto, disse: “- está ficando louco? Volta com essa mula para a Vargem! Ela não vai se adaptar aqui! O quintal é pequeno para ela, ela está acostumada com pastos grandes.”
Soltamos Palmeira no quintal da nossa casa. No meio da madrugada, acordamos todos com muito barulho: Palmeira estava batendo suas patas no portão, até que ele arrebentou. A barreira que impedia Palmeira de voltar para sua casa, a Fazenda da Vargem, caiu.   
O motivo que fez Palmeira voltar para a Fazenda da Vargem foi a saudade de seu verdadeiro lar. Mas, no Prata, a versão que ficou, e que passou a integrar o folclore da cidade, foi a seguinte: como Palmeira tinha uma falha grande na dentição superior, eu teria pedido a meu pai para fazer uma dentadura para a mula. Ele teria se negado a fazer a dentadura, e Palmeira, chateada com isso, teria nos deixado.

Cristóvão Martins Torres

A encantadora Torre Eiffel

 A Torre Eiffel é o monumento pago mais visitado do mundo, com 324 metros de altura e 10.000 toneladas de estruturas de aço.
Foi projetada pelo engenheiro francês Gustave Eiffel.
Foi construida para comemorar os cem anos da Revolução Francesa, onde foi inaugurada em 31 de março de 1889.
Abaixo algumas fotos deste Blogueiro em sua visita ao famoso monumento.

 Na foto acima, o Blogueiro com a Torre Eiffel ao fundo

 Vista panorâmica de Paris, a partir do último nível da Torre (Rio Sena, que corta Paris, ao fundo, à direita)

Nos restaurantes as reservas tem que ser feita com antecedência.A reserva é feita por toda a noite, para que as pessoas possam desfrutar de seu jantar e saborear um bom vinho com tranquilidade, deixando os seus sentidos serem absorvidos pela romântica e inspiradora atmosfera parisiense.De címa da torre durante a noite, devido a iluminação da cidade de París, o cenário é deslumbrante, indescritível, chega ser muito emocionante.

Em um Café em Paris

"Em um café em Paris, pode-se tomar um bom vinho, ouvindo uma boa música tocada em um piano".

Instalado no Palácio do Louvre, em Paris, é um dos maiores e mais famosos museus do mundo.

"Museu do Louvre"



"Catedral de Notre-Dame"

Nessa catedral pude assistir parte de uma missa em Latim (língua morta).
Nenhum país utiliza o latim, por isso é considerada língua morta.
O latim deu origem a várias línguas, dentre elas; Francês, Espanhol, Italiano e Português.

A Catedral de Notre Dame testemunhou alguns dos grandes eventos da história francesa, tais como a coroação de Napoleão como imperador em 1804 e a beatificação de Joana D’Arc em 1909 (representada em uma estátua no interior da igreja). Também está guardado em seu relicário nada menos que a suposta coroa de espinhos de Jesus Cristo, exibida aos visitantes na primeira sexta-feira de cada mês.



"Arco do Triunfo"